Hospital Jaraguá alerta sobre a importância da doação de leite materno

A data de 19 de maio é marcada pelo "Dia Mundial de Doação de Leite Humano”. O dia é importante para sensibilizar a sociedade sobre a importância desse gesto generoso que ajuda a salvar pequenas vidas em todo o mundo. A doação de leite materno, feita por mães voluntárias durante o período de lactação, melhora as chances de sobrevivência dos bebês nascidos de forma prematura e internados em UTI’s neonatais.


Cerca de três milhões de bebês nascem todos os anos no Brasil, segundo o Ministério da Saúde (2019). Dentro deste número, estão 332 mil bebês prematuros ou com peso abaixo de 2,5 quilos. Estes bebês são os que mais precisam da doação de leite materno, conforme explica a enfermeira Lilian Michele Tomelin Boff, que atua há mais de três anos no Banco de Leite Humano do Hospital e Maternidade Jaraguá, de Jaraguá do Sul.


“Os bebês prematuros necessitam muito da doação de leite durante a sua internação. Isso acontece porque algumas mães não conseguem tirar o seu leite. Neste momento é que entram as doadoras, para ajudá-las a nutrir o bebê. O leite materno tem muitos benefícios. Tem nutrientes e anticorpos que vão adiantar a alta desse bebê. Então a doação é muito importante para ajudar estes pequenos guerreiros que tanto necessitam”.

O Brasil tem a maior rede de bancos de leite do mundo, com pelo menos 221 unidades e mais 186 postos de coleta, de acordo com dados do Ministério da Saúde (2019). Os dados também revelam que, na última década, em torno de dois milhões de bebês foram beneficiados com a doação de leite materno no país.


Na região de Jaraguá do Sul, atualmente, cerca de 40 mães contribuem mensalmente com o Banco de Leite do Hospital e Maternidade Jaraguá. O alimento recebido passa por rígido controle de qualidade e nutre a criança de acordo com a sua necessidade.


“Nós tomamos todos os cuidados necessários para que esse leite chegue saudável para o bebê. Todo leite materno é manipulado no laboratório do banco de leite, com temperatura adequada, sempre usando touca, máscara e a capela de fluxo laminar, que é o aparelho adequado para evitar qualquer tipo de contaminação”, explica Lilian.

A extração do leite materno pode ser feita diretamente no espaço do Banco de Leite do Hospital e Maternidade Jaraguá, com a ajuda da equipe do laboratório. Mas também pode ser realizada pela própria doadora, no conforto de sua casa.


Além de atender o município de Jaraguá do Sul, a equipe do Banco de Leite também coleta as doações em cidades vizinhas como Schroeder, Guaramirim e Corupá. Neste caso, as puérperas recebem todas as orientações e apoio necessário para realizar o procedimento de forma segura.


Para doar ao Banco de Leite do Hospital e Maternidade Jaraguá, as mães interessadas podem entrar em contato pelo telefone: 47-3274-3053.